KPEX – Gestão de Propriedades

Blog

7 dicas para escolher um site para seu condomínio

A utilização de um site na internet para auxiliar na administração interna de um condomínio já não é mais novidade. O crescimento exponencial do mercado não deixa dúvidas que se tornará um serviço indispensável e em um futuro breve todo condomínio terá o seu.

A grande questão é decidir qual empresa escolher.

Seguem abaixo dicas de como escolher o produto e empresa certa para desenvolver o site para seu condomínio:

1- Fácil de usar e administrar: Gaste um tempo analisando a usabilidade do site. Se deixar os moradores confusos, o site estará fadado ao fracasso.

2- Quantidade de módulos: Verifique se ele vai reduzir o trabalho da gestão ou aumentar. Sites com inúmeros módulos costumam confundir a navegação dos moradores e atrapalhar ao invés de ajudar. Lembre-se também que o condomínio é um universo, sites que englobam segurança (controle de visitantes), comunicação e contabilidade numa só ferramenta geralmente não contemplam nenhuma das áreas com a devida atenção que deveriam.

3- Tenha certeza de escolher o melhor: O site será utilizado por muita gente, portanto caso se arrependa depois por ter escolhido o mais barato, mudar para outra plataforma gera um tremendo retrabalho e desconforto, sem contar que a credibilidade de sua gestão e do site serão abaladas.

4- Segurança e sigilo das informações: Fique atento! Alguns sites expõe informações como classificados internos, comunicados e nomes dos membros do corpo diretivo para a internet. Imaginem se a informação que o Sr. Cláudio, do ap12a, celular número tal, está vendendo seu carro de luxo cai em mãos erradas…

5- Suporte e pós venda: Procure saber como a empresa trata do suporte aos moradores e gestores do condomínio para operarem o site, como atende possíveis problemas técnicos e no caso de pane, como ela está preparada para reestabelecer os dados do site. Pesquise referências em condomínios que já utilizam o site.

6- Custo do site: Tenha em vista que o custo do site pode-se tornar irrelevante quando o site se propõe a realizar efetivamente as tarefas que lhe são designadas. Ele pode ser o funcionário mais eficiente e mais barato de seu condomínio. Trabalha 24 horas por dia, não possui acúmulo de funções, leis trabalhistas e o principal, é imparcial e não erra!

7- Tecnologia e melhoria contínua: Certifique-se que o site que está contratando possua tecnologia de ponta e a empresa prestadora do serviço arcará com os custos de uma possível adequação às novas tecnologias. A velocidade da evolução das mesmas na internet é assustadoramente rápida, portanto seu site ficaria obsoleto em pouco tempo.

Fonte:
7 dicas para escolher um site para seu condomínio

Voltar

Compartilhe no WhatsApp